Palavra do presidente

Dr. Fernando WalderPrezados colegas,

Estamos diante de uma das maiores crises já vivenciadas por este país. Enfrentamos um turbilhão de dúvidas econômicas e políticas que ameaçam a estabilidade alcançada ao longo de anos. Tais incertezas trouxeram de volta o fantasma da inflação e do desemprego. E, certamente, ao atingir toda a Sociedade Civil, acabará por atingir, também, a classe médica.

Há uma disposição premente e constante, desta Diretoria, de atuar na defesa de nossos associados. Em conjunto com todas as Associações de Classes, continuaremos a buscar melhores honorários junto às fontes pagadoras, sejam elas públicas ou privadas. É nossa disposição participar de todas as comissões que trabalham pela defesa de condições adequadas de trabalho e remuneração, bem como junto às Câmaras Técnicas do CFM e diversos CRMs, tentando coibir os abusos impostos aos médicos.

É nossa intenção ainda, em conjunto com as demais Sociedades de Especialidades, manter uma relação mais estreita com a Conitec (Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS), mostrando as dificuldades que todos teremos com as novas diretrizes anacrônicas que foram recentemente estabelecidas.

Queremos também ajudar no resgaste moral da Comissão Nacional de Residência Médica, que vem sofrendo imensamente com medidas desastrosas tomadas pelo Governo Federal. Muitas delas desfigurando a importância e competência desta Comissão.

Há alguns anos notamos uma diminuição de interesse por parte dos novos residentes pela nossa especialidade. Alguns serviços vêm convivendo com quadros incompletos das vagas oferecidas. Parece lógico discutirmos, juntamente com a ABORL-CCF, a possibilidade da aceitação de novos residentes provenientes da Otorrinolaringologia. Deste modo, estaremos aumentando o leque de possíveis interessados em se especializar em Cirurgia de Cabeça e Pescoço.

Não obstante a tantos desafios, continuaremos atuando, intensamente, na área científica, fomentando os diversos congressos, jornadas e simpósios nacionais, estimulando nossos Departamentos na busca de uma Educação Médica Continuada de qualidade, melhorando nossa interface de comunicação com nossos associados e sociedade civil e buscando uma maior exposição de nossa especialidade, tal como o movimento estabelecido durante o 1º “Julho Verde”, que obteve um grande sucesso, com significativa participação de nossos associados.

Devemos ainda salientar o incremento significativo das participações da SBCCP em eventos internacionais. Estamos integrando mesas-redondas em praticamente todos os Congressos importantes da especialidade. A fundação da Federação Latino Americana parece estabelecer um novo patamar neste intercâmbio tão necessário. É nosso compromisso fomentar o crescimento destas participações, tornando a SBCCP cada vez mais conhecida e respeitada no cenário internacional.

Finalmente, e de maneira utópica, queremos incitar as demais Sociedades de Especialidades para que possamos, através de um processo longo e exaustivo, tentar junto ao Congresso Nacional a criação de um Projeto de Lei para a constituição da Ordem dos Médicos do Brasil e seu estatuto. Seguiríamos o modelo da OAB do Brasil, que conseguiu estabelecer parâmetros importantes de defesa profissional para todos os advogados do país.

Contamos com a efetiva e constante participação de todos associados, para uma SBCCP cada vez maior e representativa.

Obrigado.

Fernando Walder

Mídia

Ver mais

Palavra do Presidente

Fernando Walder

Prezados colegas. Estamos diante de uma das maiores crises já vivenciadas por este país. Enfrentamos um turbilhão de dúvidas econômicas e políticas que, ameaçam a estabilidade alcançada ao longo de anos. Tais incertezas trouxeram de volta o fantasma da inflação e desemprego.

Saiba mais